As Pedras do Caminho

Certa vez um peregrino chegou numa aldeia perdida num vale cercado por altas montanhas.  Ao caminhar pela encosta de uma colina, observou algumas pedras no seu caminho e percebeu, de uma forma difícil de explicar, que tinha que pegar em cada uma daquelas pedras e levá-las até ao topo da colina. E assim foi. Todos os dias ele procurava por pedras, muitas delas encobertas pela vegetação, e levava-as para o alto da colina onde as juntava num mesmo lugar. Era uma tarefa penosa, difícil pelo cansaço, mas ele em momento algum duvidou daquilo que a Vida lhe pedia, entregando-se integralmente àquela tarefa.

A Verdade

Certa vez um peregrino, na busca da Verdade, escalou uma montanha e ali ficou pedindo aos deuses que lhe mostrassem essa Verdade. Em resposta ao seu pedido, uma criança chegou junto de si e disse-lhe:

«Eu sou a Verdade que procuras.»

Novos Trajes

Certa vez, numa aldeia, vivia alguém em conflito com a vida que levava. A razão desse conflito vinha do cheiro que ele sentia em todos os lugares onde se encontrava. Um cheiro entranhado em tudo, que o deixava agoniado, provocando todo o tipo de mal-estares. Para ele, esse cheiro era o resultado da decadência de todo o sistema onde ele vivia: um trabalho vazio e sem sentido, uma vida familiar onde o conflito e a indiferença se tinham instalado e um mundo violento onde o ódio e a indiferença eram regra e não a excepção.

A Verdadeira Razão de Ser  de uma Semente

Certa vez um forasteiro ao passar por uma estalagem, entrou e sentou-se numa das mesas. Uma jovem que ali servia aproximou-se, cumprimentando-o enquanto lhe entregava o menu. Este pediu uma refeição ligeira que a jovem anotou.

Depois de ter comido, o forasteiro reparou que não trazia consigo dinheiro, pedindo à jovem que chamasse o estalajadeiro. Quando este se aproximou, disse-lhe:

«Não trago comigo dinheiro com que possa pagar esta refeição, mas se aceitardes poderei oferecer-vos estas duas sementes que contêm em si a Verdade Suprema e que me foram entregues directamente por Deus».

REDEPAX

Pedro Elias
Sou membro da:
REDEPAX

Newsletter

Search